Passatempo

Diário - 02/2005

Casal

Fêmea (Malhada dominante) X Macho (Cinza normal)

Histórico

- 05/02/2005

* 14:30

Depois de um longo período aguardando o amadurecimento do último macho que comprei, hoje flagrei o casal copulando. Atualmente a fêmea passa quase todo tempo dentro do ninho e o macho junto dela, apenas deixam o ninho para alimentar, defecar (fêmea com fezes grandes) e pernoitar. Eles parecem estar bem entrosados e penso que o macho estará bastante presente durante toda a fase de procriação, cumprindo bem seu papel de pai. A fêmea tem comportado-se bem, mantendo o ninho limpo e protegido (vigiado).

Estou fornecendo aos periquitos, já a uma semana, Avitrin Complexo Vitamínico e Avitrin Vitamina E. O motivo é não ter tido sucesso nas últimas posturas. Espero que essa medicação ajude de fato. Independente da medicação, tenho alimentado as aves com a mistura de sementes habitual junto com um pouco de grit, frutas e verduras diariamente.

* 20:20

Já está quase praticamente escuro, noite de verão, e a fêmea ainda não saiu do ninho para dormir, e parece que irá passar a noite onde está. Durante o resto do dia não presenciei os periquitos acasalando novamente.

- 06/02/2005

* 08:55

A fêmea acaba de sair do ninho, já havia feito isto mais cedo para defecar. Antes recebeu a visita do macho e provavelmente foi alimentada por ele. Agora bebeu água, comeu um pouco de cálcio e retornou ao ninho. Provavelmente mais tarde voltará a sair para cópula.

* 09:50

O macho, até agora, tem permanecido fora do ninho, mas a todo momento vai até a entrada dele alimentar a fêmea. Ao que tudo indica será um pai dedicado e prestativo.

* 18:03

Nenhuma cópula até agora. O macho nesse momento está dentro do ninho, ao que parece, desejando muito a companheira. Ela por sua vez parece estar incomodada com a presença dele, algumas vezes até deixando o ninho para evitá-lo. Estão se tolerando bem e o macho continua alimetando-a frequentemente. Eu esperava que estivessem copulando com alguma frequência a esta altura. Talvez precisem de um pouco mas de tempo, paciência.

* 20:33

Ao que parece a fêmea novamente pernoitará no ninho. O macho, em seu poleiro, já dorme.

- 07/02/2005

* 09:41

Fêmea acaba de sair do ninho para realizar suas necessidades fisiológicas e também comer um pouco de cálcio. Por enquanto, nada de acasalamento. O macho continua a frequentar o ninho.

* 16:19

Nenhuma novidade! O macho vem mantendo sua rotina de alimentar a fêmea. Ela o tempo todo dentro do ninho, saindo apenas por alguns instantes também não mostrou nenhuma mudança de comportamento. Não presenciei coitos, penso que não o fizeram. O que será que aguardam?

* 18:59 1º OVO

Nesse momento, quando a fêmea estava fora do ninho e o macho dentro, escutei o barulho de algo diferente. Inspecionando o ninho, encontro um inesperado ovo. Como a última vez que fiz isso foi em 05/02, o ovo foi posto neste período. A fêmea continua fora do ninho, rejeitando os galanteios do companheiro, mas aceitando de bom grado a comida que este lhe oferece. Ele está mais insistente do que de costume, inclusive forçando-a a deixar o ninho algumas vezes.

Com relação ao ovo, penso que pelo fato de ter sido o primeiro, provavelmente a fêmea tenha tido maiores dificuldades para expeli-lo, devendo ele ter sido posto no domingo (ontem). Precisarei ficar mais atento com relação aos próximos, especialmente com o momento de acasalamento. O macho continua insistindo muito com a fêmea, perseguindo-a a todo instante, até mesmo dentro do ninho o que poderá causar a quebra do ovo. Não irei interferir, pois desconfio que o ovo não tenha sido fertilizado já que somente vi o casalzinho em momentos íntimos uma única vez.

* 19:22

Observando melhor o comportamento dos periquitos chego a conclusão de que o ovo foi posto a pouco, caso contrário, já teria percebido. O macho demostrou bastante curiosidade com a novidade e por sorte não o partiu, e nesse momento a fêmea está a cuidar de sua preciosidade. Só me resta torcer para que ele esteja fértil e que muitos outros ainda estejam por vir. Amanhã levanterei cedo na tentativa de flagar o casal namorando. Também experimentarei trocar a proteção que coloquei na abertura que fiz no ninho por uma transparente, afim de melhor observar o desenrolar dos fatos. Meus dois amiguinhos estão agora se recolhendo para um merecido descanso, cada qual, macho e fêmea, em seu canto (poleiro e ninho). Desejo uma boa noite a eles!

- 08/02/2005

* 09:25

O macho está mais agitado tendo passado um bom tempo dentro do ninho, obrigando a fêmea a abandoná-lo algumas vezes. Entretanto, ainda nenhum coito, o que é bem estranho! Vou aguardar até após o almoço e ver o que ocorre. Então marcarei o ovo que ainda encontra-se intacto e aos cuidados da mãe. Também experimentarei a proteção plástica transparente.

* 11:25

Fêmea sai do ninho e acontece o que tanto esperava ver, a cópula. Já de volta ao ninho, torço para que esses instantes mágicos tenham sido suficientes para vir a gerar um ovo fértil. Vou adiar a intervenção no ninho para amanhã, pois assim não atrapalho o casalzinho caso a fêmea ainda sinta necessidade de cópulas. Além do mais, amanhã, estarão mais sossegados a espera do próximo ovo.

* 14:25

Inspecionei o ninho e marquei o ovo. Os periquitos estão tranquilos e o macho tem feito companhia a fêmea sem importuná-la ao ponto dela abandonar o ninho. O ovo tem uma pequena ranhura na casca, mas acho que não é comprometedora. A fêmea saiu um pouco mais do ninho, alimentou-se com bastante sementes, cálcio e milho verde. Não demonstrando grandes preocupações em deixar o ovo a qualquer sorte, tanto que pude marcá-lo tranquilamente.

* 20:01

Nehuma novidade e mais nenhum acasalamento. Ao que tudo indica a fêmea parece satisfazer-se com apenas uma cópula por ovo. Espero que esta quantidade esteja sendo suficiente. Nas posturas anteriores ocorreram muitos mais acasalamentos, consola-me o fato de talvez quantidade não ser um sinal de fertilidade. O macho tem demonstrado bastante interesse, a cópula, entretanto, ocorre apenas quando a iniciativa parece partir da fêmea.

- 09/02/2005

* 07:39

Acordei bem cedo e pude presenciar há alguns minutos atrás, por mais de uma vez, o casalzinho naqueles momentos íntimos. E isto acaba explicando o fato de ter visto tão pouco essas cenas. Dormia na hora do show!

* 09:15

Tudo normal até agora, nenhuma nova cópula e penso que continuará assim até o momento da postura do próximo ovo. O macho esteve um bom tempo dentro do ninho, tranquilo, sem fazer qualquer alvoroço.

* 10:02

Fêmea sai do ninho e acasala mais uma vez. Retorna em seguida!

* 16:58 2º OVO

Como esperado, o segundo ovo é posto. Assim que possível irei marcá-lo também. Durante o resto do dia, nada de anormal ocorreu.

* 19:48

Aproveitei agora que ela saiu do ninho para uma última refeição e marquei o segundo ovo. Também, mais cedo, coloquei a proteção transparente. Estou mantendo a opoca por cima apenas para dar mais privacidade ao casalzinho, apesar de parecer não se importarem muito com minha bisbilhotice.

* 02:00

Susto! Um gato que vive nas redondezas acaba de espreitar a gaiola dos periquitos e isso os assustou muito, fazendo com que a fêmea abandonasse o ninho. Só após algum tempo e depois de trazer a gaiola para dentro de casa é que ela retornou ao ninho. Espero que todo esse alvoroço não tenha causado algum dano ao desenvolvimento dos ovos. De agora em diante, à noite, manterei a gaiola dentro de casa.

* 08:38

Após o susto dessa noite, tudo parece transcorrer normalmente. A fêmea deu sua saida matinal para fazer as necessidades básicas, comer cálcio e acasalar, fato este último que não chegou a vias de fato. O macho continua cumprindo bem seu papel de pai, visitando constantemente sua companheira e alimentando-a. Removi a proteção opaca para observá-los um pouco mais e como já tinha comentado, não se incomodaram com isso.

* 19:52

Com relação a proteção transparente, preferem a opoca pois com a transparente acabam assustando-se com qualquer movimento que percebem através dela. Como estão acostumados comigo, posso aproximar bem deles sem pertubá-los. Durante a tarde de hoje não pude observá-los, mas agora no início da noite tudo pareceu-me normal. Amanhã é dia de postura e ao que tudo indica, mais um ovo virá.

- 11/02/2005

* 09:39

Acasalaram-se logo cedo e a fêmea, como tem feito rotineiramente, comeu cálcio e por conta desta frequência, o osso já está quase acabando.

* 11:49

Acasalaram-se novamente, o macho alimentou-a e ela retornou para ninho em seguida.

* 16:41 3º OVO

Como estava esperando! Ela deixou o ninho logo em seguida, comeu cálcio e sementes, e bebeu água. Em seguida acasalou novamente e foi alimentada pelo macho. Então retornou ao ninho.

- 12/02/2005

* 08:05

Acaba de deixar o ninho por necessidades fisiológicas e também para uma nova cópula (uma indicação de que um quarto ovo está sendo providenciado).

- 13/02/2005

* 08:06

Deixa o ninho para defecar e beber água. Retorna logo ao ninho.

* 10:45

Deixa o ninho, copula algumas vezes, é alimentada pelo macho e retorna ao ninho. Macho tem demonstrado muito companheirismo, passando bom tempo ao lado da parceira cuidando dos ovos.

* 14:32

Acabaram de copular. A quantidade e intensidade de acasalamento parece ter aumentado. Um ovo deve ser posto em algumas horas.

* 15:30 4º OVO

Tudo estava indo bem demais para ser verdade... A pouco meus amiguinhos, não sei por que razão, estranharam-se e iniciaram uma briga feia dentro do ninho. O resultado foi que o segundo ovo partiu-se. E para piorar, após apartar a briga, retirei o ninho para remover o ovo quebrado, dar um tempo para aves acalmarem-se e aproveitar para limpar um pouco o ninho. Infelizmente, nesse meio tempo a fêmea acabou colocando o quarto ovo que também partiu ao chocar-se com o fundo da gaiola. Uma lamentável grande perda e que me entristece bastante.

Agora estão, os dois, de volta ao ninho e nem parecem que tiveram tamanha briga. Precisarei ficar atento para evitar que isso ocorra novamente.

- 14/02/2005

* 08:30

Fêmea sai para necessidades básicas e acasala-se, indicando que um 5º ovo virá. Agora, devido ao desastre de ontem, mais esperado do que nunca. Nesse momento ambos, fêma e macho, estão no ninho que mais parace "de amor", tamanha tranquilidade.

* 10:36

Estão acasalando de novo, várias vezes, de forma vigorosa e intensa. O macho tem se demonstrado bastante excitado, importunando um pouco mais sua companheira no ninho. Espero que não entrem em conflito novamente.

- 15/02/2005

* 08:35

Manteve a rotina matinal, inclusive com acasalamento. Tudo indica que mais um ovo está por vir.

* 10:53

Macho e fêmea estão no ninho. Até agora tudo correndo tranquilamente apesar do macho estar um pouco agitado e impaciente, pertubando a fêmea às vezes.

* 12:56

O macho está bastante agitado obrigando a fêmea a deixar o ninho. Acasalaram a pouco, mas ainda assim ele continua a pertubá-la. Brigaram novamente e não sei o quanto essa agitação toda no ninho pode prejudicar o desenvolvimento dos ovos.

* 14:52

Tiveram agora uma briga violenta, a fêmea sendo machucada na cabeça. Não parece ser grave, pois não houve sangramento, mas ela ficou com uma grande falha (ausência de penas) na parte frontal da cabeça. Separei-os e verei depois o que faço a respeito, caso ela ainda demonstre que irá colocar mais ovos. Estou agora no aguardo do 5º ovo.

* 15:40 5º OVO

Como esperado, ele veio e é muito bem-vindo! Observando os ovos, notei que o 1º está embranquecido e opaco, não mais amarelado e translúcido como os demais. Li em algum lugar que isto é sinal de que o ovo está fértil. Além disso, ele se mantém sempre na mesma posição como um "João Bobo".

* 19:26

Juntei os periquitos novamente, pois acho que um sexto ovo será posto. Terei que ficar de vigilia para evitar que o macho machuque a fêmea novamente. Coloquei o 1º ovo contra a luz e não vi nada. Fiquei um bocado desanimado. Mas pode ser devido a ranhura que ele possuia e não a uma possível esterilidade da fêmea. Por enquanto, só posso aguardar e torcer.

- 16/02/2005

* 13:46

A fêmea está mais presa ao ninho, o que pode indicar que não irá mais colocar ovos, apenas chocar os que já foram postos.

* 17:58

A pouco tiveram uma nova briga, violenta como a última. Precisei agarrar o macho para separá-los. Como resultado, o 5º foi quebrado. E para piorar o 1º estava vazio, completamente seco e o que sobrou da gema estava colado na parte superior do ovo. E era isto que fazia com que ele ficasse numa única posição. Perdi todo o ânimo em continuar com a criação. A fêmea está agora em outra gaiola, mas ainda não retornou ao ninho. Lá resta apenas o 3º ovo que observado contra luz parece também não estar fértil. Deixarei ela decidir o que melhor perferir e não irei mais acasalá-la novamente. Talvez compre uma outra fêmea e tente tudo novamente.